O que a escola não ensina


O que a escola não ensina

Um bom samaritano enviou-me este artigo há algum tempo. Refere-se a um pragmático discurso de Bill Gates para os formandos e suas onze regras para que (sobre)vivam no mundo real fora do teto da escola.

O reitor de uma Universidade do Sul da Califórnia enviou um e-mail para a Microsoft convidando Bill Gates a fazer um discurso no dia de formatura, incentivando os formandos no início de suas carreiras e, para sua surpresa, Bill Gates aceitou. A seguir, as 11 regras que ele compartilhou com os formandos naquela ocasião:

Vocês estão se formando e deixando os bancos escolares, para enfrentarem a vida lá fora. Não a vida que você querem, não a vida que vocês sonharam ter, a vida como ela é. Você estão saindo de um mundo educacional que está pervertendo o conceito da educação, adotando um esquema que visa proporcionar uma vida fácil para a nova geração. Essa política educacional leva as pessoas a falharem em suas vidas pessoais e profissionais mais tarde. Vou compartilhar com vocês onze regras que não se aprendem nas escolas:

BILL GATES’ SPEECH TO MT. WHITNEY HIGH SCHOOL in Visalia, California. Love him or hate him, he sure hits the nail on the head with this! To anyone with kids of any age, here’s some advice. Bill Gates recently gave a speech at a High School about 11 things they did not and will not learn in school. He talks about how feel-good, politically correct teachings created a generation of kids with no concept of reality and how this concept set them up for failure in the real world.

Rule 1: Life is not fair — get used to it! Regra 1: A vida não é fácil. Acostume-se com isso.
Rule 2: The world won’t care about your self-esteem. The world will expect you to accomplish something BEFORE you feel good about yourself. Regra 2: O mundo não está preocupado com a sua autoestima. O mundo espera que você faça alguma coisa de útil por ele (o mundo) antes de aceitá-lo.
Rule 3: You will NOT make $60,000 a year right out of high school. You won’t be a vice-president with a car phone until you earn both. Regra 3: Você não vai ganhar cinco mil dólares por mês assim que sair da faculdade. Você não será vice-presidente de uma grande empresa, com um carrão e um telefone à sua disposição, antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e ter seu próprio telefone.
Rule 4: If you think your teacher is tough, wait till you get a boss. He doesn’t have tenure. Regra 4: Se você acha que seu pai ou seu professor são rudes, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
Rule 5: Flipping burgers is not beneath your dignity. Your Grandparents had a different word for burger flipping — they called it opportunity. Regra 5: Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seu avós tinham uma palavra diferente para isso. Eles chamavam isso de “oportunidade”
Rule 6: If you mess up, it’s not your parents’ fault, so don’t whine about your mistakes, learn from them. Regra 6: Se você fracassar não ache que a culpa é de seus pais. Não lamente seus erros, aprenda com eles.
Rule 7: Before you were born, your parents weren’t as boring as they are now. They got that way from paying your bills, cleaning your clothes and listening to you talk about how cool you thought you are. So before you save the rain forest from the parasites of your parent’s generation, try delousing the closet in your own room. Regra 7: Antes de você nascer seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por terem de pagar suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então, antes de tentar salvar o planeta para a próxima geração, querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente arrumar o seu próprio quarto.
Rule 8: Your school may have done away with winners and losers, but life HAS NOT. In some schools they have abolished failing grades and they’ll give you as MANY TIMES as you want to get the right answer. This doesn’t bear the slightest resemblance to ANYTHING in real life. Regra 8: Sua escola pode ter criado trabalhos em grupo, para melhorar suas notas e eliminar a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem todas as chances para não ficar de recuperação. Isto não se parece absolutamente com NADA na vida real. Se pisar na bola está despedido… RUA! Faça certo da primeira vez.
Rule 9: Life is not divided into semesters. You don’t get summers off and very few employers are interested in helping you FIND YOURSELF. Do that on your own time. Regra 9: A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre folgas regulares e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas. Execute-as no tempo certo.
Rule 10: Television is NOT real life. In real life people actually have to leave the coffee shop and go to jobs. Regra 10: Televisão não é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.
Rule 11: Be nice to nerds. Chances are you’ll end up working for one. Regra 11: Seja legal com os nerds – aqueles estudantes que os demais julgam que são uns babacas. Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar para um deles.

A Verdade

Estas regras não são de Bill Gates. Estas recomendações foram adaptadas do livro “Deficiência intelectual infantil” do educador Charles Sykes. Trata-se de uma lista de 11 aspectos que não se aprende na escola e dirigido aos alunos do ensino médio. Quer você goste ou não de Bill Gates, o artigo é simplesmente prático, objetivo e educativo.

Mais informações sobre o artigo

urbanlegends.about.com/library/bl_bill_gates_speech.htm (em inglês)

www.truthorfiction.com/rumors/b/billgatesspeech.htm (em inglês)

The Truth

This is not from Bill Gates. It’s an excerpt from the book “Dumbing Down our Kids” by educator Charles Sykes. It is a list of eleven things you did not learn in school and directed at high school and college grads. Whether you like Bill Gates or not… this is prettycool.

Sobre o Livro

Título: “Dumbing Down Our Kids: Why American Children Feel Good About Themselves But Can’t Read, Write, or Add” (Deficiência intelectual infantil: Por que as crianças Americanas tem boa impressão pessoal mas não são capazes de ler, escrever ou somar)
Autor: Charles J. Sykes (um jornalista especializado em assuntos educacionais)
Páginas: 352
Língua: Inglês
Publicação: 1996
Mais informações na Amazon (site em inglês)