nigauri-melao-de-sao-caetano600x315

Nigauri – Melão-de-são-caetano


Compartilhe

Nigauri – Melão-de-são-caetano

苦瓜

nigauri-melao-de-sao-caetano600x315

nigauri-melao-de-sao-caetano600x315

O Nigauri é conhecido, também, como Nigagori, ou Goya (pelos okinawanos) e Melão-de-são-caetano, no Brasil.

O nome Nigauri vem do japonês, “nigai” (amargo) mais “uri” (pepino). O legume é colhido e consumido verde, possui textura crocante e um acentuado sabor amargo. É um dos ingredientes da culinária japonesa e indispensável para a culinária de Okinawa, que a preparam no “goya champuru“, um refogado de nigauri com carne de porco, tofu e ovos.

Cientificamente falando, trata-se da Momordica charantia, do gênero momordica, família Cucurbitaceae. Então, o melão-de-são-caetano é parente da abóbora, melão, melancia, pepino e outros de haste rastejante.


nigauri-melao-de-sao-caetano-maduro220x315

By H. Zell – Own work, CC BY-SA 3.0,https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=10702200

Curiosidade

O nigauri é originário da Índia, foi introduzido na China no século 14 e é amplamente utilizado na cozinha asiática. O legume, quando maduro, abre-se expondo vistosas sementes vermelhas, que são comestíveis e de sabor suave.

O nome dado ao legume no Brasil deve-se aos escravos, que a trouxeram da África e a plantaram ornamentando uma capelinha cujo padroeiro era São Caetano. Como os “frutos” eram parecidos com o melão, derivou-se o nome de melão-de-são-caetano.

 

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *