TURN – Exposição Nipo-Brasileira 2016 – Rio de Janeiro


Carregando mapa ....

Data / Hora
Data(s) - 19/08/2016 - 07/09/2016
12:00 - 19:00

Localização
Paço Imperial do Rio de Janeiro
Praça Quinze de Novembro, 48 - Rio de Janeiro-RJ

Categorias


TURN – Exposição Nipo-Brasileira 2016 – Rio de Janeiro

turn-exposicao-nipo-brasileira-2016-rio-de-janeiro600x315

Exposição coletiva ‘TURN’ com os artistas brasileiros nikkeis Jum Nakao e Tati Polo e os japoneses Yasuaki Igarashi e Sachie Takiguchi.

União de ideias

Os artistas desenvolveram os projetos artísticos em instituições de bem-estar (cada uma atendendo um público específico) no Brasil, a fim de ampliar diferentes técnicas de trabalho, experiência estética e social com os integrantes da entidades.

A base do projeto é a experiência e ligações com diferentes pessoas que os artistas, brasileiros e japoneses, construíram no intercâmbio que realizaram em São Paulo. Na sala de exposições podem ser vistas as obras e performances que nasceram desses encontros e da inspiração que eles originaram. Nesse ambiente estão disponibilizados instrumentos que tornam possível, não só a apreciação das obras, mas que também servirão como um convite para participação do público.

O artista visual Jum Nakao (Brasil) criou obras de arte usando a cestaria tradicional com os idosos do Jardim de Repouso São Francisco Ikoi-No-Sono, em Guarulhos; a artista plástica Tati Polo (Brasil) trabalhou o ‘Tsumami’ (Origami de pano, artesanato tradicional específico da região de Tóquio) com os pacientes da Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono, em São Paulo; o artista plástico Yasuaki Igarashi (Japão) fez atividades de tingimento e cordas trançadas (‘Kumihimo’) com crianças do Projeto de Integração Pró-Autista (PIPA), filial da Beneficência Nipo Brasileira de São Paulo; e a facilitadora Sachie Takiguchi (Japão) realizou peças de Kirigami “Kiriko” (típicas de Tohoku (Região Nordeste do Japão) – área afetadas drasticamente no tsunami de 2010) com a Associação Comunitária Monte Azul, ONG na região sul de São Paulo.

Sobre TURN

É um projeto de arte que, através do estimulo da criatividade, trabalha encontros e ligações entre diversas pessoas. Iniciado em 2015, o TURN é um dos projetos protagonistas do programa cultural das Olimpíadas e Paralimpíadas de Tokyo 2020 que também conta com o “Turn Festival” e Turn Center.

A vida cria formas. A forma da região criada por seus habitantes é exclusiva para cada um. Quando as pessoas se envolvem nas formas de uma região específica, criadas ao longo do tempo, elas podem experimentar a força de vida que flui dentro de nós. Uma região nos conecta além do tempo. O tempo nos conecta além de uma região”, diz o artista Katsuhiko Hibino, decano da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Artes de Tóquio, Professor do Departamento de Arte Intermídia na Faculdade de Belas Artes.

Multiplicidade de eventos

Paralelamente à mostra ’TURN’, acontecem ações como a ‘Caravana de Tóquio’ (série de shows com  um conjunto diversificado de artistas japoneses e brasileiros, capitaneados pelo dramaturgo, diretor e ator Hideki Noda) e TOHOKU & TOKYO no RIO (focados em Tóquio e Tohoku, as atrações culturais desta região recheiam os shows como Edo Tobi Kiyari – arte performática que demonstra a tradicional cultura Edo, Iwaki Jangara Nenbutsu Odori (a prefeitura de Fukushima pela purificação da terra) e a dança demoníaca da espada – onikenbaidemon (de Iwate), ambas de Tohoku, além de shows de Megumi Kudo (passista japonesa), tambores japoneses taikô Sho, malabarismo com bola de futebol e uma aparição de entusiastas cosplay.

Realização

O Governo Metropolitano de Tóquio e o Conselho de Arte de Tóquio são as promotoras da exposição coletiva ‘TURN’ envolvendo artistas brasileiros e japoneses, uma atividade que faz parte das ações para divulgar e promover os próximos Jogos Olímpicos Tokyo 2020. E não por acaso que a Exposição TURN acontece no Rio de Janeiro, local dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos BRASIL 2016, pela enorme atenção global que ganham a cidade do Rio de Janeiro e o Brasil. Estas entidades implementam, desde 2015, o Programa Cultural dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio 2020, sob direção do artista japonês Katsuhiko Hibino e do produtor cultural Jo Takahashi, encarregado da produção brasileira.

Abertura

18/08/2016

Período

19 de agosto a 07 de setembro de 2016 (terça a domingo, 12h-19)

Local

Paço Imperial – Praça Quinze de Novembro, 48 – Centro
Rio de Janeiro

Telefone

(21) 2215-2093

Entrada

Grátis

Classificação

Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *