Minha vida como voluntário: Masayuki Aoyama (Tomé-Açu-PA) 1   Conteúdo atualizado!


Compartilhe

Minha vida como voluntário: Masayuki Aoyama (Tomé-Açu-PA)

minha-vida-como-voluntario-masayuki-aoyama-tome-acu-pa337x400

Meu nome é Masayuki Aoyama e atuo como voluntário jovem de educação fundamental na Escola Nikkei de Tomé-Açu.

A cidade de Tomé-Açu fica no Pará a aproximadamente 1.800km de distância de Brasília e a 200km de distância de Belém, capital do Pará.

A história da imigração japonesa em Tomé-Açu começou há 90 anos, quando muitos japoneses começaram a construir os seus sonhos. Até hoje, há muitos descendentes japoneses e a cultura japonesa está bem presente na região. Há pouco tempo, participei de uma festa tradicional chamada Bon Odori, e no evento, dançamos o Yosakoi, que é uma dança típica japonesa. Foi um pouco difícil ensinar esta dança aos alunos por causa da barreira do idioma mas, no final, deu tudo certo.

Muitas vezes, as coisas não saem como esperamos, mas estou me esforçando ao máximo para poder me adaptar no País e para retribuir aos meus alunos do Japão quando retornar.

#voluntariado #JICA #yosakoi #intercâmbiocultural #culturajaponesa

[Fonte Facebook JICA]

Saiba mais

Japan International Cooperation Agency – JICA Brazil Office – Brasília-DF

Escola Nikkei de Tomé Açu-PA

Associação Cultural e Fomento Agrícola de Tomé-Açu – ACTA – Tomé-Açu-PA

 

Compartilhe

Um pensamento em “Minha vida como voluntário: Masayuki Aoyama (Tomé-Açu-PA)

Os comentários estão desativados.