copa-mundial-de-sushi-japao-2016-celso-hideji-amano-400x294

Brasileiro vence a Copa Mundial de Sushi Japão 2016


Brasileiro vence a Copa Mundial de Sushi Japão 2016

copa-mundial-de-sushi-japao-2016-600x315

A Copa Mundial de Sushi Japão 2016 (World Sushi Cup Japan – ワールド スシ カップ ジヤパン) premiou um Chef Brasileiro como o melhor sushiman do mundo. O concurso aconteceu nos dias 18 e 19/08/2016 em Tóquio, no Japão, com a participação de 26 chefs do mundo todo.

Chef Nipo-Brasileiro

Celso Hideji Amano, de 38 anos, do Restaurante Sakagura A1 (São Paulo), é brasileiro descendente de japoneses e demonstrou sua competência frente à banca de mestres de sushi nipônicos no preparo do tradicional Sushi Estilo “EDO”, que requer montar, com habilidade e perfeição, sushis de atum, camarão e ovas de salmão. copa-mundial-de-sushi-japao-2016-celso-hideji-amano-400x294

O Chef Amano venceu outros chefs de países como a França, o Estados Unidos e o Paquistão, que nervosamente corriam no limite de 40 minutos para montar de 30 a 40 unidades de sushi, uma disputa contra o relógio, que exigia demonstração de destreza, de técnica e de trabalho artístico. “Eu me diverti“, declarou Amano ao final da competição e caiu em lágrimas ao receber o troféu. Amano, também, superou outros três chefs brasileiros, mas, que participaram representando restaurantes locais do Japão.

Provando limites

Um chef paquistanês de 32 anos, Usman Khan, que já participou duas vezes e conseguiu chegar à final neste ano, disse que “a competição não foi fácil” e complementa, “qual a melhor forma de provar seus limites do que competir contra outros chefs da mesma profissão no Japão“. Há 13 anos Khan encontrou a culinária do sushi ao emigrar do Kuwait para a África do Sul e “não podia acreditar que esta gente comia peixe cru“, o que lhe causava repugnância.

Washoku

A culinária tradicional japonesa (o WASHOKU) foi reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, por manter a fidelidade às tradições, um costume secular, e o uso de ingredientes sempre frescos, além de aliar o sabor dos alimentos de acordo com as estações do ano.

A crescente popularidade da cozinha japonesa no mundo foi preponderante para o Ministério da Agricultura do Japão organizar a Copa Mundial de Sushi, que teve início em 2013 e tem o objetivo de elevar os padrões de sushi no estrangeiro.

Popularidade do sushi

Segundo dados do Ministério da Agricultura do Japão, em 2013 haviam 55.000 restaurantes japoneses fora do Japão e em Julho/2015 este número cresceu para 89.000 estabelecimentos.

Os organizadores da Copa Mundial de Sushi se preocupam com os conhecimentos, as técnicas e as competências adequadas o que seria o problema de muitos restaurantes de sushi fora do Japão.

Muita gente aprende na Internet e mediante livros“, diz o Presidente da Copa Mundial de Sushi, Masayoshi Kazato, que é especialista em sushi há mais de 40 anos. Complementa ainda “o que queremos é que graças a este concurso haja uma melhora no nível da cozinha e da higiene“. O objetivo da Copa Mundial de Sushi é desenvolver e ampliar talentos e habilidades através do conhecimento e técnicas dos chefs ao competirem na santa terra do sushi.

O participante francês chef Eric Ticana Sik (de origem sino-cambojana), afirma que “estamos entre os países que mais comem sushi em todo o mundo, mas de verdade há uma falta de formação” e “apenas os japoneses podem nos ensinar o básico“, simplesmente aprender mais é o que o levou a participar da competição e que gostaria de se reunir com chefs de outros países para “discutir e compartilhar ideias“. Palavras humildes para um chef que começou sua carreira gastronômica por acaso e acabou por apaixonar-se pela cultura japonesa, sua culinária, em especial, o sushi.

Saiba mais

A Culinária Tradicional Japonesa – WASHOKU, recebe título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

World Sushi Cup Japan (Inglês e Japonês)

Restaurante Sakagura A1

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *